domingo, 5 de janeiro de 2014

O que não comer, parte 2: Soja e leguminosas

Olá minha gente linda, como vão? Desculpem a demora em escrever este post, mas final de ano, janeiro, férias... vocês sabem como é rsrsrs
Bem, neste post eu vou falar sobre a SOJA e as leguminosas: feijões, ervilhas, lentilhas, amendoim, grão de bico, etc. Farei este posto de uma maneira bastante didática e simples de entender (assim espero!).

Primeiramente, vamos definir o que são as leguminosas.
Leguminosas são todos os grãos que nascem em vagens ou bagas, em plantas normalmente rasteiras ou arbustivas. 



Quais são as leguminosas?
- Soja
- Lentilha
- Feijão (carioca, preto, branco, azuki, corda, fradinho, enfim, todos os tipos de feijões).
- Grão de bico
- Fava
- Amendoim
- Ervilha
- Vagem
- Tremoço



OBS: Me esqueci de algum? Se sim, peço a gentileza que me informem, obrigada!

Mas por que as leguminosas NÃO DEVEM ser consumidas??
Esta é uma das partes estarrecedoras desta dieta que eu sei que muitas pessoas custarão a entender, algumas darão chilique (infelizmente), portanto a explicação precisa mesmo ser detalhada. Vamos iniciar por uma breve aula de biologia botânica resumida. Iniciaremos pela anatomia do grão da leguminosa, tendo como referência um grão de ervilha, que nada mais é que uma semente.
A semente é constituída pelo tegumento que a envolve (Testa - seed coat), pelo embrião (embryonic axis) e pelas reservas (storage cotyledons).



Os nutrientes das leguminosas, que constituem aproximadamente 90% de seu volume total, e seria um excelente alimento se não fosse por um detalhe: os nutrientes presentes nas sementes foram projetados para alimentar a própria semente, e não o seu "predador". E a natureza foi bastante sábia neste requisito, colocando uma proteção no tegumento que envolve a semente (testa), uma proteção chamada de FITATO.


O que são fitatos?
Fitato, ou ácido fítico é uma forma utilizada pelas plantas para armazenar fósforo em suas sementes, mas esse fósforo não está disponível quando consumimos esses alimentos, ficando “guardados” até a germinação da nova planta. O ácido fítico é um forte quelante de minerais essenciais como o cálcio, magnésio, ferro e zinco e portanto pode contribuir para deficiência destes minerais em pessoas cuja dieta dependa de alimentos ricos em ácido fítico como fonte nutricional , como pessoas de países em desenvolvimento e os vegetarianos (especialmente de proteína no caso dos vegetarianos). 
O fitato é considerado fator ANTI NUTRICIONAL devido à sua propriedade de associar-se a alguns minerais, como cálcio, zinco, fósforo, ferro, cobre, e também a algumas proteínas, formando complexos insolúveis e diminuindo sua biodisponibilidade. Esta diminuição no valor nutricional dos alimentos deve chamar a atenção dos profissionais de saúde frente a situações clínicas de pacientes que apresentam enfermidades associadas a deficiências minerais.


Primeira conclusão sobre as leguminosas:
A primeira conclusão sobre os grãos de leguminosas é: sim, eles são ricos em nutrientes que estarão INDISPONÍVEIS pra você e seus fitatos, além de tudo, ainda ATRAPALHARÃO a absorção dos minerais que você consumir, mesmo que provenientes de outros alimentos. A simples presença de fitatos em uma refeição é capaz de torná-la nutricionalmente pobre, por mais colorida e variada que ela seja =(

Agora falar especificamente sobre a SOJA.
A soja é uma leguminosa, assim como os feijões, ervilhas, lentilhas, etc. Mas por que dar tanta importância pra ela? Por que a dita cuja está praticamente onipresente nos produtos industrializados, inclusive naqueles que não deveria. E também porque ela é rica em fitoestrógenos, que falaremos mais adiante.

Sobre a "proteína" da soja e o tofu.
A proteína texturizada de soja, carne de soja ou seitan é um produto alimentar, obtido industrialmente através de um processo denominado extrusão termoplástica ou fiação.3 Possuí teor de proteínas de cerca de 50% pelo processo de extrusão e de 90% pelo processo de fiação. 
O tofu nada mais é que um "queijo" fabricado a partir do leite da soja.
A maioria dos vegetarianos utilizam estes produtos para substituir as carnes em suas receitas. Seu valor proteico é realmente alto, e isso é inegável, assim como as leguminosas, a soja é uma fonte de minerais, vitaminas e proteínas que seriam MARAVILHOSOS se fossem biodisponíveis para nós, reles mortais. 

Proteína Texturizada de Soja

Tofu

No mais, agora vou dar a MINHA OPINIÃO como ex-vegetariana: a proteína de soja tem um aspecto estranho, gosto ruim e não sacia a fome. É preciso temperar muito bem pra ficar comível. O tofu eu considero ainda pior, ô coisa ruim de comer. Na época eu tentei comer esse "queijo" de todos os modos possíveis, temperado, grelhado, em forma de pasta.. simplesmente não me descia, não dá, o sabor é horrível mesmo. Mas claro, esta é a minha opinião, talvez você até goste de comer estas coisas, e é direito seu gostar, afinal, gosto não se discute né?

A soja e os fitoestrógenos.
Primeiramente deixa eu explicar o que são fitoestrógenos. Os fitoestrógenos são um grupo de substâncias vegetais que, apesar de terem estruturas químicas diferentes do estrógeno, tem ação parecida no metabolismo. Provavelmente encontrados em milhares de espécies vegetais, pesquisas indicam sua presença em leguminosas como soja e feijão. O principal tipo de fitoestrógeno encontrado na soja e leguminosas são as isoflavonas.
Isoflavonas são compostos orgânicos naturais (metabólitos secundários) de origem vegetal pouco distribuídos na natureza, presentes principalmente na família Fabaceae, sendo abundantes na soja (Glycine max Merr.) e em seus derivados . Estes compostos apresentam efeito estrogênico por apresentarem semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos, encontrados em maior concentração nas mulheres.
Resumindo: a soja é uma fonte riquíssima em fitoestrógenos, que agem como hormônios femininos.


O elevado consumo de fitoestrógenos e suas consequências.
Nosso organismo foi projetado para produzir os hormônios necessários à nossa vida de modo apropriado. Mulheres produzem maior quantidade de estrogênios e progesteronas, enquanto os homens produzem maior quantidade de testosterona e assim se mantém o equilíbrio das coisas, o bom funcionamento do organismo e uma sexualidade saudável. Acredite sempre, a natureza é sábia. Você não precisa de suplementação de hormônios, salvo raras exceções. Mas o que acontece quando, através de uma alimentação rica em soja e leguminosas, você acaba "suplementando" seu corpo com os fitoestrógenos?
Nos homens, como sabemos, é preciso que a quantidade de testosterona seja maior que a quantidade de hormônios femininos para que possam desenvolver suas características masculinas e sua sexualidade de modo saudável. Quando um homem é exposto a uma alta quantidade de hormônios femininos, podem acontecer efeitos indesejáveis como: impotência sexual (a longo prazo), diminuição na quantidade de espermas no espermatozoide (podendo levar à infertilidade), diminuição na libido (falta de desejo sexual), desenvolvimento de tecido mamário, etc. Se uma criança do sexo masculino é alimentada com soja, podem haver problemas em seu futuro desenvolvimento sexual.
Nas mulheres os estrogênios e progesteronas devem ser em quantidade superior à testosterona, no entanto, o organismo feminino define o balanço na proporção entre estrogênios e progesteronas de modo a manter o equilíbrio. O excesso de estrogênio em mulheres está intimamente ligado a problemas de câncer de mama, celulite, estrias, acúmulo excessivo de gorduras localizadas, problemas no ciclo menstrual e infertilidade. Também está relacionado com a puberdade precoce de meninas. Na época da minha avó, as meninas menstruavam entre os 15-17 anos, hoje em dia menstruam aos 9-11 anos, meninas com 12 anos de idade já tem o corpo de uma mulher de 20 anos, tem algo errado nisso, não? Lógico que existem inúmeros fatores que colaboram com este fenômeno, mas certamente a alta ingestão de produtos da soja tem colaborado pra isso (e isso inclui o óleo de soja, gente).


Segunda conclusão sobre as leguminosas:
A segunda conclusão sobre as leguminosas, em especial a soja, é que elas são ricas em fitoestrógenos que são capazes de acabar com todo o equilíbrio hormonal do seu corpo, causando uma série de problemas e disfunções sexuais e de saúde tanto em homens como em mulheres.

E ainda tem o problema da soja transgênica, que ninguém sabe ainda ao certo o impacto que seu consumo pode causar no organismo humano... o que se sabe até agora é que as abelhas do mundo todo estão morrendo em decorrência disso. Fica a dica.

Mas, independente disso tudo, por que a Dieta Paleolítica não aceita o consumo das leguminosas?
Pelo simples fato de que leguminosas não são um alimento apropriado para o ser humano. No período paleolítico os humanos não se alimentavam de leguminosas, não desenvolveram um trato digestivo apropriado para consumi-las sem ter problemas com isso e porque na época, não haviam plantações de soja/feijão/lentilha que fosse possível colher em grande quantidade de fazer caldeirões de leguminosas cozidas... aliás, os alimentos não eram cozidos nesta época.. as verduras, raízes e frutas eram consumidas cruas e as carnes eram consumidas cruas ou assadas no fogo, sem caldeirões com água e temperos para disfarçar o sabor dos alimentos. Agora experimenta tentar comer grãos de feijão/soja crus e depois me conte como foi a experiência (se você estiver duvidando disso tudo, claro).

Portanto, quais alimentos NÃO CONSUMIR?
Soja e todos os seus derivados como a proteína de soja texturizada ou isolada, tofu, leite de soja, óleo de soja, farinha de soja, extrato de soja; Todos os tipos de feijões e seus subprodutos como farinha de feijão, preparado para acarajé, acarajé, doce de feijão, feijoada, caldo de feijão e qualquer coisa que tenha feijão no meio; ervilhas in natura, ervilhas em conserva, farinha de ervilha, fibra de ervilha, proteína de ervilha, grão de bico, farinha de grão de bico, proteína de grão de bico, patê de grão de bico, lentilhas, amendoim torrado, amendoim salgado, amendoim doce, manteiga de amendoim, pasta de amendoim, paçoca, pé de moleque (e qualquer outro produto com amendoim), tremoço, fava, vagem, etc. 

E as proteínas, como adquirir a quantidade que o corpo precisa?
Comendo carnes, peixes, frutos do mar e ovos você terá TODA proteína que seu corpo precisa, sem pânico, ok?

Espero que tenha esclarecido bem. Tentei fazer este posto o mais resumido possível, poderia ter colocado muito mais informações mas teria ficado maior e mais cansativo para ler, então coloquei apenas as mais relevantes mesmo.

Beijos!

17 comentários:

  1. Olá Nayara,

    Estou começando hoje com a Dieta Paleo. Tenho pesquisado e lido muito estes últimos dias. Mas ainda tenho algumas dúvidas. Talvez você possa me ajudar. No início da dieta é possível ficarmos com dor de cabeça, enxaqueca? Passei a tarde assim, mas aqui onde estou está muito quente e talvez tenha contribuído para a dor de cabeça. Sou altamente sedentária e pretendo a partir de amanhã fazer caminhadas leves. Sinto muito cansaço. Fico em dúvidas também em relação as frutas: hoje tenho em casa: banana, laranja, ameixa roxa, melão, mamão e manga. Posso comer estas frutas? Nunca fui viciada em substâncias proibidas, cigarros ou álcool, mas tenho a impressão de que estou (apesar de ser um dia apenas) na fase de abstinência. Sinto uma vontade louca de comer um prato de massa, ou um pote de sorvete (tá muuuito calor) ou então uma cerveja. Mas pretendo seguir em frente. Tenho 48 anos, parei de me pesar quando cheguei nos 75 Kg (devo estar com mais agora) e tenho 1,61 metros. Meu sonho é perder uns 15 Kg. Vou aproveitar muito suas receitas. Um grande abraço e parabéns pelo blog.
    Denise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denise, como vai?
      No começo da dieta é normal sentir dores e cabeça e enxaqueca, eu também passei por isso, e isso ocorre justamente pela abstinência do Glúten e do açúcar, mas depois passa. Eu sofria com muitas dores de cabeça e enxaqueca antes da dieta, sofri nas primeiras 2 semanas, mas depois que o organismo se limpa, as coisas melhoram, fica tranquila. Eu não tenho mais problemas de enxaqueca e dores de cabeça, quando a temperatura fica muito alta nesses dias e eu percebo que minha cabeça começa a querer doer, basta eu tomar mais água que passa, desidratação também é um fator que ajuda a desencadear as dores de cabeça, por isso recomendo que neste calor você beba muitos líquidos.
      Com relação aos exercícios, faça aos poucos, respeite seu corpo, aumente as caminhadas gradualmente conforme você perceber que tem condições de aumentar, não precisa caminhar rápido, caminhe na velocidade que você se sentir bem.
      Com relação as frutas: elas não são proibidas na dieta paleo, elas são restringidas somente se você fizer a low carb. Quando eu iniciei a dieta paleo eu não fiz low carb logo de cara pois eu tinha consciência de que não teria condições psicológicas e emocionais de cortar tantas coisas assim de modo tão drástico, então eu continuei comendo frutas, raízes como mandioca, cenoura, batata doce pra saciar o desejo até então tão intenso que eu tinha por carboidratos, e sinceramente eu achei que isso foi bom pra mim, e mesmo sem fazer low carb eu consegui perder 9kg! Mas num primeiro momento, caso você tenha dificuldades em fazer low carb, não se culpe, como você mesma disse, é uma pessoa muito sedentária e ainda está na fase da abstinência, então reserve algum tempo de transição sem fazer low carb, apenas pra acostumar seu organismo a se alimentar direito, depois que você se sentir segura, pode iniciar a low carb. Algumas pessoas conseguem pular pra Low Carb logo de cara, mas não foi meu caso, talvez seja o seu, talvez não, isso só você poderá descobrir.
      É possível você perder o peso que precisa, independente da sua idade. Os vilões da nossa saúde e da balança tem nome: glúten, açúcar, carboidratos de alto índice glicêmico, cereais, grãos e alimentos industrializados. Se sentir muito desejo de comer uma fruta, pode comer sem culpa. Neste calor, beba muita água, é a melhor bebida que existe. Cerveja não pode, é rica em glúten e carboidratos que engordam. Se sentir nesse primeiro momento muita vontade de comer massa, recomendo fazer a receita dos ovos pochê no molho de tomate e temperar com orégano, a mistura tomate + queijo + orégano lembra muito o sabor de pizza =)
      Um grande abraço e espero ter ajudado

      Nayara

      Excluir
  2. Olá Nayara, gostei muuuuito do seu blog! Muitas informações, muita coisa legal... e nem vi tudo hehe....
    Sobre a soja, o que me diz dela fermentada? Já li em outros lugares ditos confiáveis que a soja fermentada faz bem pro intestino. No caso, temos o natô (soja fermentada) e o misô (pasta de soja fermentada), vc considera eles igualmente nocivos? Talvez por estarmos no Brasil e praticamente toda a soja nossa é transgênica né? E quanto ao shoyu (uso um macrobiótico, sem açúcar)? Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Falou pouco, falou bem, mas não acertou vintém :-)

    ResponderExcluir
  4. Excelente informação sobre o adorado feijão, que os nutricionistas exaltam em detrimento das carnes. Lembro que aqui em casa sempre comíamos muito feijão e mesmo assim minha irmã teve anemia, hoje sei que é porcausa do fitato.

    ResponderExcluir
  5. Excelente o teu blog!!!
    Estou aderindo ao lchf, e como comida de verdade todos os dias, me permito uma quando quero, sem neura. O único alimento que não entendo não poder comer é o amendoim. :(

    ResponderExcluir
  6. Recomendo este video: http://terceiroanjo.com/coracao-circulacao-e-osteoporose/ talvez possas mudar completamente de opiniao.

    ResponderExcluir
  7. O que mais acho interessante de não consumir soja ou milho (derivados) é que são transgênicos para suportar altos níveis de pesticidas ou seja, estamos ingerindo veneno!

    ResponderExcluir
  8. Os vegetarianos fazem o quê, então? :(

    ResponderExcluir
  9. impotência sexual (a longo prazo), diminuição na quantidade de espermas no espermatozoide (podendo levar à infertilidade), diminuição na libido (falta de desejo sexual), desenvolvimento de tecido mamário, etc.

    Os chineses não consomem grande quantidade de tofu? Os homens deveriam ser quase inférteis, não? E olha a quantidade de chines no mundo. Essa contabilidade não fecha.

    ResponderExcluir
  10. impotência sexual (a longo prazo), diminuição na quantidade de espermas no espermatozoide (podendo levar à infertilidade), diminuição na libido (falta de desejo sexual), desenvolvimento de tecido mamário, etc.

    Os chineses não consomem grande quantidade de tofu? Os homens deveriam ser quase inférteis, não? E olha a quantidade de chines no mundo. Essa contabilidade não fecha.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. eu vi ervilha, mas não vi nada sobre 'proteina isolada da ervilha', a pea protein. posso consumir, ou ela é semelhante a proteina da soja?

    ResponderExcluir
  14. O seitan não vem da soja amor mas sim do trigo, que no caso não é uma leguminosa. O seitan é extraído quando trabalhamos o trigo para que sua proteína, o glúten, fique elástico e então fazemos o seitan, conhecido também como carne de glúten. Pare de escrever besteira e faça uma faculdade de nutrição.

    ResponderExcluir
  15. até eu sabia deste conteúdo camila
    kkkkkkkkkkkkkk e olha q nem fiz faculdade
    é cada besteira q agente vê

    ResponderExcluir
  16. Hahahaha muito louco isso aí, não acho nada radical legal, as pessoas inventão moda por não saber controlar a gula! Dieta boa? Tudo de mais faz mal! Não como coisas com muito açúcar, muito sal e artificiais, tenha moderação.... só. Deixar de comer coisas por pesquisas que facilmente podem ser tendenciosas é muitoooo ingenuo, da mesma forma que vc destacou acima só as bases e fundamento que vc gosta e concorda... tudo muito louco.... pessoas muito radicais... radicalismo fútil e infeliz... triste ver tantas meninas atrás dessas dietas loucas, tendencioso e radical.... :( Tudo de mais faz mal

    ResponderExcluir